Paróquia São Francisco de Assis

Rua Raposo Tavares, 180, Vila Assis - Sorocaba, SP

(15) 3231 3100

Renovação Carismática Católica

 

Em 9 de maio de 1897, o Papa Leão XIII publicou a Encíclica Divinum Illud Munus, sobre o Espírito Santo, “lamentando que o Espírito Santo fosse pouco conhecido e apreciado, concita o povo a uma devoção ao Espírito”. A leitura, os sermões e livros sobre este documento influenciaram muitas pessoas, estimulando também um número importante de estudos sobre o papel do Espírito Santo na Igreja.
Passadas algumas décadas e convocado solenemente no dia 25 de dezembro de 1961, através da Constituição Apostólica Humanae Salutis, a vida da Igreja contemporânea ficará profundamente marcada pelo Concílio Vaticano II (1962-1965). Para seu promotor, o Papa João XXIII, o Concílio deveria ser uma “abertura de janelas” para que um “ar novo e fresco” renovasse a Igreja.
Depois de quatro etapas conciliares, o Papa Paulo VI encerrou o Concílio Ecumênico Vaticano II em uma cerimônia ao ar livre, na Praça de São Pedro, no dia 8 de dezembro de 1965.
Tendo também sido qualificado como o Concílio do Espírito Santo, “O Vaticano II foi um verdadeiro Pentecostes como o mesmo João XXIII havia desejado e ardentemente pedido” a perspectiva do Cardeal Suenens, João XXIII estava consciente de que a Igreja necessitava de um novo pentecostes e acrescenta: “Agora, olhando para trás, podemos dizer que o concílio, indicando a sua fé no carisma, fez um gesto profético e preparou os cristãos para acolher a Renovação Carismática que está se espalhando por todos os cinco continentes.

A Renovação Carismática apareceu na Igreja Católica no momento em que se começava a procurar caminhos para pôr em prática a renovação da Igreja, desejada, ordenada e inaugurada pelo Concílio Vaticano II.
Não se havia passado um ano sequer ao término do Concílio, quando em 1966 começou a despontar o fenômeno religioso chamado agora Renovação Carismática

A Renovação Carismática surgiu na Igreja Católica em um momento onde se começava a procurar caminhos para colocar em prática a renovação da Igreja, desejada, ordenada e inaugurada pelo Concílio Vaticano II. A Renovação Carismática Católica, ou o Pentecostalismo Católico, como foi inicialmente conhecido, teve origem em um retiro espiritual realizado entre os dias 17 e 19 de fevereiro de 1967, na Universidade de Duquesne, onde jovens se reuniram para um grupo de estudos e sentiram uma forte moção em orar, clamando o Batismo no Espírito. O Batismo aconteceu, assim como relata uma das estudantes, Patti Gallagher: “Os dons do Espírito já são hoje manifestados – e isto eu posso testemunhar, porque tenho ouvido pessoas orando em línguas, outras praticam curas, discernimento de Espíritos, falam com sabedoria e fé extraordinárias, profetizam e interpretam”.

A R.C.C. tem como missão principal espalhar a cultura de Pentecostes, ou em outras palavras, espalhar o Batismo no Espírito Santo, assim como diz em Atos, no capítulo 2, versículo 1, onde os apóstolos, juntamente com Maria no cenáculo, receberam o Espírito Santo e imediatamente começaram a orar e pregar com poder! Assim acontece com os grupos de oração. A pregação da palavra e a oração, movidas pelo Espírito Santo, nos levam a fazer uma experiência com Deus.

O movimento da RCC trás consigo vários ministérios, os quais ajudam nessa messe que são: ministérios de pregação, música, intercessão, cura e libertação, promoção humana, humanização, crianças, entre outros tantos que ajudam no processo de salvação!

Faço a todos o convite para viver essa experiência pessoal com o Senhor de poder mergulhar no oceano do Espírito Santo! Que a paz de Jesus e o amor de Maria estejam no coração de cada um de vocês! Louvado seja nosso Senhor Jesus Cristo!

Matheus Assunção


Horários de Grupo de Oração:

– Comunidade São Pedro (G.O. Jesus Aleluia):  Segunda-feira às 19h30.

– Comunidade Nossa Senhora do Carmo (G.O. Jesus O Galileu):  Segunda-feira às 19h30.

– Comunidade São Mateus (G.O. Adoradores do Altíssimo):  Terça-feira às 19h30.

– Comunidade Nossa Senhora Aparecida (G.O. Fé e Vida):  Quinta-feira às 19h.