Paróquia São Francisco de Assis

Rua Raposo Tavares, 180, Vila Assis - Sorocaba, SP

(15) 3231 3100

Mensagem do Pároco › 17/12/2020

Mensagem do Pároco – Dezembro

Caríssimos(as)

Chegamos ao final de mais um ano. Ano um tanto diferente, com desafios diferentes, mas também com muitas bênçãos de Deus. A pandemia alterou nossos comportamentos e trouxe também certo sofrimento a muitas famílias, seja pela perda de entes queridos, seja pela situação econômica.

Em nossa paróquia também tivemos momentos difíceis na evangelização e na economia, mas, graças a Deus, o compromisso e fidelidade de muitos e gerindo bem conseguimos superar e ainda avançar… Neste ano tivemos diversas obras de melhorias e manutenções em nossas cinco comunidades: instalação de pisos, revestimentos, equipamentos de som, manutenção dos telhados, dentre outros. Quando cuidamos bem dos bens públicos, eles rendem. As doações e ofertas da igreja devem ser muito bem cuidadas e administradas e, nestes últimos cinco anos e meio, isso foi feito, haja vista nossa paróquia, quantas conquistas! Louvado seja Deus por isso! Basta olhar em nossas cinco comunidades e constatar tudo que conquistamos juntos. Poderia ter sido feito antes? Penso que sim, desde que houvesse liderança para isso, pois em nossa paróquia há muita gente comprometida e que veste a camisa. Às vezes me perguntam: padre, e se um dia o senhor for embora? Eu respondo: seguirei meu caminho e minha missão, mas deixei aqui meu contributo, minha colaboração, fiz minha parte da melhor forma possível, não perfeito, mas o meu melhor, com minhas limitações e falhas.

Enquanto estiver nesta paróquia, procurarei fazer o melhor, mesmo às vezes sendo taxado de “ranzinza e chato”, mas buscando o melhor para a evangelização, para Deus e para aqueles que procuram a Deus nesta paróquia, pois eu passarei com certeza, mas fazendo a minha parte. E cada um faz a sua parte, contribui com o seu melhor, e isso faz a comunidade e a igreja serem belas, a unidade na diversidade.

Neste ano de pandemia, também como padre e pastor, tive experiências que me surpreenderam, tanto positivas, como negativas. Positivas por ver irmãos e irmãs iniciarem a vida de fé ou retomarem após um afastamento. Positivas por ter contato com situação alegres de muitos paroquianos. Mas, também, momentos tristes e negativos: perdas de paroquianos vítimas do coronavírus, irmãos que pareciam tão fiéis e que se afastaram – e aqui não estou a falar de pessoas do grupo de risco ou com doença crônica, mas irmãos e irmãs que aparentavam ser tão féis a sua fé e comunidade, mas que no “chacoalhar da arvore” caíram todos. Mas rezemos por todos: os que estão fiéis na caminhada e os que fraquejaram por algum motivo qualquer. A comunidade continua sempre aberta para acolher a todos, TODOS.

Que neste Natal possamos ter realmente uma experiência com o Menino que nasce na manjedoura e nos dá um facho de esperança… Neste ano em que, infelizmente, muitos grupos, sejam políticos, sejam da comunicação social, tem roubado a nossa esperança de muitos modos, somente em Jesus, luz do mundo, podemos obter a verdadeira esperança e assim iniciamos um novo ano, firmes na vivência da fé e na vida de comunidade, pois percebemos neste ano que sem Deus, sem a Fé e sem a comunidade tudo fica muito mais difícil… É preciso cuidar da saúde do corpo, mas, também, é necessário cuidar da alma. Sejamos construtores da paz e da esperança. Sejamos portadores da alegria que vem de Jesus nascido entre nós, e que possamos exclamar com os anjos na noite de Natal: “Glória a Deus no mais alto dos céus, paz na terra aos homens de boa vontade”. Feliz e Santo Natal a você e sua família!

Pe. Dr. Fernando Henrique Giuli Batista

Pároco

Os comentários estão desativados.