Paróquia São Francisco de Assis

Rua Raposo Tavares, 180, Vila Assis - Sorocaba, SP

(15) 3231 3100

Notícias › 14/08/2012

Papa celebrará solenidade da Assunção de Nossa Senhora

A Igreja celebra nesta quarta-feira, 15, a solenidade da Assunção de Nossa Senhora. Pela manhã, às 8h (horário em Roma), o Papa Bento XVI presidirá a Santa Missa na paróquia de Santo Tomás de Villanova, em Castel Gandolfo. Depois, às 12h, o Pontífice conduzirá a oração mariana do Angelus, no pátio interno da residência pontifícia de verão.

O bispo e delegado pontifício para o Santuário da Bem-aventurada Virgem do Santo Rosário de Pompeia, Dom Carlo Liberati, comentou o significado da festa. Ele explicou que a morte é um caminho que segue, mas com outra experiência, e que a vida é exaltada após a morte de tal maneira que destina a pessoa a entrar na glória eterna, na Ressurreição.

“Nisso Maria Santíssima é um exemplo extraordinário, porque ela entra nessa experiência antes de nós: nós na morte somos irreconhecíveis durante uma fase transitória até o dia da Ressurreição e somos inclusive humilhados no pós, na corrupção do sepulcro. Não poderia ser este o presente após a morte de Maria, porque ela foi preservada do pecado original, porque ela era a mãe de Cristo Redentor. O modo como Maria foi assunta ao Céu é próprio da eternidade, do corpo que é glorificado e que não tem nada a ser partilhado com a corrupção e a pulverização do corpo humano até o dia da glória.”

Sobre a celebração da solenidade no Santuário de Nossa Senhora de Pompéia, o bispo contou que esta inclui todos os cantos marianos expressos nas línguas do mundo católico. “Quem vier a Pompeia ouvirá todos os mais belos cantos em todas as línguas que a Igreja Católica eleva à Virgem Maria e que invadem o nosso Santuário”.

Para Dom Carlo, é difícil uma pessoa ser realmente cristã e não se tornar também um mariano. “Para ser cristão, é preciso saber dizer sim ao Senhor. A Virgem Maria é a criatura que diz um sim total, sempre, a Deus que a chama”.

Por Canção Nova