Paróquia São Francisco de Assis

Rua Raposo Tavares, 180, Vila Assis - Sorocaba, SP

(15) 3231 3100

Artigos › 05/07/2020

10 SUGESTÕES PARA MELHORAR A MEMÓRIA

A memória é a faculdade psíquica através da qual se consegue reter e (re)lembrar o passado. Também permite referir-se à lembrança/recordação que se tem de algo que já tenha ocorrido, e à exposição de fatos, dados ou motivos que dizem respeito a um determinado assunto. A memória humana, resulta das conexões sinápticas entre neurônios, distingue-se em memória a curto e longo prazo, adquirida e episódica.

Existem vários tipos de doenças que podem comprometer a memória, tais como AVE, Mal de Alzheimer, lesões traumáticas cranianas, demências, estresse, problemas na tireóide, carência de vitaminas, depressão, déficit de atenção e traumas psicológicos, entre outras. De acordo com alguns científicos, o ser humano utiliza apenas 0,0001 do potencial do seu cérebro ao longo da sua vida. 

Segundo o médico neurologista do Hospital Beneficência Portuguesa Antônio Carlos Montanaro “O cérebro é como um músculo. Se parar de usar, ele atrofia”. O desenvolvimento de uma boa memória pode ser conquistado através de uma alimentação equilibrada, técnicas de relaxamento, cuidados com o uso de medicamentos e também através de atividades e jogos que estimulem a memória. 

Como treinar em casa? A seguir algumas sugestões:

  1. Estimule o paladar, coma comidas diferentes;
  2. Leia ou veja fotos de cabeça para baixo concentrando-se em pormenores nos quais nunca tinha reparado;
  3. Procure uma imagem que lhe chame a atenção. Agora pense 25 adjetivos que ache que a descrevem;
  4. Selecione uma frase de um livro e tente formar uma frase diferente utilizando as mesmas palavra;
  5. Experimente jogar qualquer jogo ou praticar qualquer atividade que nunca tenha tentado antes; Jogos como caça-palavras, dominó, palavras cruzadas, quebra-cabeça, sudoku, jogo das diferenças.
  6. Ao ler uma palavra pense em outras cinco que começam com a mesma letra;
  7. Use o relógio de pulso no braço não habitual;
  8. Vista-se de olhos fechados, com cuidado;
  9. Veja as horas num espelho;
  10. Utilize um percurso diferente do habitual, para trabalhar, estudar ou passear.

Introduza pequenas mudanças nos seus hábitos cotidianos, transformando-os em desafios para o seu cérebro, assim terá mais capacidade de adquirir, armazenar e recuperar informações disponíveis. 

Dra. Ana Paula Ferraz Franco Marcato, fisioterapeuta e paroquiana na Comunidade São Francisco de Assis