Pastoral da Promoção Humana

     Existe para promover o ser humano, dando condições para que se recupere na parte material e se aproxime, ou se reaproxime de Deus através da evangelização. Toda comunidade é responsável pela assistência, evangelização e conseqüente promoção humana de seus entes, por sua conversão terrena e espiritual.

     Infelizmente, hoje, na parte material, só podemos aliviar a situação de, mais ou menos 50 famílias cadastradas, oferecendo cestas básicas, que são montadas graças às doações recebidas durante o Ofertório nas Missas das comunidades, e itens do dia a dia, ofertados por doadores. Sabemos que essas famílias não precisam só de alimentos ou coisas materiais, e sim de acolhimento, apoio, uma palavra amiga, uma conversão. Então, promovemos palestras, leitura de trechos da Bíblia e reflexões, durante a entrega das cestas, pretendendo arrebatá-los a compreenderem que são filhos de Deus e que podem ser tocados por Ele e transformar suas vidas. Nesse dia também, oferecemos café da manhã que nos é doado por uma padaria e por um supermercado da comunidade.

     Essas famílias são visitadas periodicamente, para sabermos de sua situação real. Nessas visitas, levantamos o tamanho das famílias, para podermos montar as cestas básicas adequadamente e verificarmos o número de crianças para distribuirmos brinquedos em datas festivas. No fim do ano, fazemos um almoço de Natal, onde o Papai Noel entrega às crianças, “sacolinhas” montadas por famílias da comunidade, com brinquedos, guloseimas, roupas, calçados e produtos de higiene, para que tenham um Natal mais feliz.

     Além dessas crianças das famílias cadastradas, procuramos por outras em favelas e nos bairros mais afastados, para receberem essas “sacolinhas”, normalmente 400, em toda a região.

     No inverno, entregamos cobertores e agasalhos doados pela comunidade e fazemos a Pastoral de Rua. Na Páscoa e no Dia das Crianças, juntamente com a Pastoral Familiar, doamos ovos de Páscoa e brinquedos.

     A Pastoral da Promoção Humana é composta por um grande número de irmãos que sabem que não podem desistir, pois têm a missão de promover a caridade, a consciência religiosa e o bem estar dos menos favorecidos.