› 17/04/2018

Mensagem do Pároco – Abril

Caríssimos(as)

Neste quarto mês do ano de 2018, vivendo o bonito tempo pascal, tempo de vida nova, gostaria de refletir com você sobre a fidelidade a Deus e a Sua Igreja. Vivemos num tempo onde as referências e valores se perderam ou estão a se perder ou diluir. Temos dificuldades em aceitar as autoridades e as lideranças e temos poucas lideranças que se despontam. Com isso torna-se difícil a vida em sociedade de modo geral e seu avanço. O ser humano antropologicamente e sociologicamente é um ser de relações e que necessita de regras e normas. Muitas vezes devido aos nossos legisladores terem pouca moral e compromisso com o povo, as leis acabam se tornando pejorativas, negativas e então parte da sociedade acha-se no direito de não as cumprir. Como cristãos católicos que somos, devemos ser os primeiros a dar bom exemplo e testemunho, sendo bons cidadãos. Isso não significa aceitar tudo “goela abaixo”, mas também quando necessário lutar e clamar pelos nossos direitos. Jesus fez isso e assim nos ensinou… Isso não significa ser baderneiro, anarquista ou fazer da religião um “partido ideológico”, mas seguir as orientações da Palavra de Deus e estar em Sua presença pela oração e eucaristia. É ser fiel a Deus e a Seu projeto de vida em abundância. Para isso temos de conhecer e rezar Sua Palavra e colocar em prática. Fazemos isso na comunidade, paróquia, que deve ser “escola de fraternidade”. Deus pode se manifestar em muitos lugares, mas na Igreja temos sua manifestação plena. Então devemos ser fiéis à Igreja de onde recebemos nossa fé e onde devemos praticá-la e aprofundá-la. Igreja que é santa por Jesus Cristo que se faz presente nela, pois prometeu: “Estarei convosco todos os dias até o fim dos tempos e as portas do inferno jamais prevalecerão contra ela”. Mas que é pecadora, pois nós fazemos parte dela. Entretanto, se fazemos parte da Igreja e a amamos, vamos sempre apoiar e colaborar, não ao contrário, criticar sem fundamentos ou subjetivamente com “achismos”. Se há algo que não vai bem, vamos juntos procurar solucionar o problema e crescermos em comunidade. Atualmente nos deparamos com muitas “falsas notícias”, especialmente nas redes sociais, e precisamos ter o máximo de cuidado e prudência quando lemos, pois podemos destruir a vida de pessoas ou instituições com falsidades e mentiras. A internet é uma bênção desde que bem utilizada. É preciso prudência sempre! Isso com relação a fé, a Igreja, mas em todos os segmentos da vida e da sociedade. Há muita gente boa, mas muita gente de má fé. Por isso, conhecer cada vez melhor a nossa fé e a nossa Igreja e caminhar com ela procurando maior intimidade com Deus e assim construindo Seu Reino entre nós com nossa vida e testemunho. Ser fiel não é aceitar tudo cegamente… É conhecer, aprofundar, questionar, mas estar sempre em comunhão de amor…

Despeço-me com minha bênção sacerdotal +.

 

Os comentários estão desativados.